Mais do que aprender entender sobre a importância do brinquedo e das brincadeiras, é descobrir o prazer de interagir com a criança, ver as reações e emoções que cada momento provoca na criança, é  o adulto entrar no mundo dela e descobrir a criança interior que cada um carrega e o quando é importante deixar essa criança interior brincar também.

Mais do que entreter as crianças, a função do brinquedo e do brincar é fazer com que o pequeno projete no objeto aspectos positivos e negativos da vida, além de trabalhar o amadurecimento psico-motor, a sociabilização, regras e limites.

Mais do que ser um instrumento de entretenimento para os pequenos, o brinquedo tem a função de ajudar no desenvolvimento infantil em diversos aspectos. “Ao brincar com bonecos como super-heróis, por exemplo, a criança está projetando no brinquedo aspectos positivos como a coragem, a solidariedade, a necessidade de se fazer o bem ao próximo”.


O amadurecimento psico-motor também é trabalhado nas brincadeiras consideradas tradicionais, como pular corda e amarelinha.Brincar significa estabelecer relação com o outro, interagir, aprender limites e regras.

Importante lembrar que a criança aprende a explorar tudo o que o brinquedo tem para oferecer, fazer, sendo assim evite expor muitos brinquedos para crianças menores de 1 ano e 6 meses. Quando a criança é exposta a muitos brinquedos ao mesmo tempo, ela não consegue focar, explorar, se distrai com facilidade, vai de um brinquedo para o outro sem mostrar interesse por um especificamente.

Uma dica, troque de brinquedo a cada 15-30 dias. Deixando sempre aquele que a criança pega com frequência. Momentos dentro de casa, em família use e abuse da sua criatividade:Fazer brinquedos com sucata, eles amam.

Crianças de até cinco anos de idade não devem passar mais de 60 minutos por dia em atividades passivas diante de uma tela de smartphone, computador ou TV. A recomendação foi divulgada nesta semana (24) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que alertou ainda que bebês com menos de 12 meses de vida não devem passar nem um minuto na frente de dispositivos eletrônicos. Orientações fazem parte de conscientização da agência da ONU sobre sedentarismo e obesidade. Fonte: artesanto.com

Nos encontramos no Conversa em Família. Eneida Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.