You are currently viewing Quais as maiores dificuldades que as mães enfrentam na amamentação e como solucionar?

Quais as maiores dificuldades que as mães enfrentam na amamentação e como solucionar?

A amamentação é um grande e intenso aprendizado entre mãe e bebê. Trás um grande desafio já nas primeiras horas de vida, onde o bebê já é colocado para mamar. É muito importante entender que a mãe não sabe amamentar e o bebê também não sabe ordenhar, é um movimento completamente diferente do sugar, que o bebê já sabe e suga ainda na barriga.

Nos deparamos com a amamentação idealizada, aquilo que elaboramos na nossa imaginação e a realidade dos primeiros dias. Uma das dificuldades é colocar em prática tudo que a mãe leu, viu e ouviu, para solucionar essa dificuldade, dê tempo ao tempo aproveite os momentos que estão na maternidade e chame a enfermagem para ajuda-los principalmente nas primeiras mamadas.

Outra dificuldade comum é despertar os bebês que dormem muito. É importante saber que o bebê nasce com reserva e pode perder até 10% do peso de nascimento, sem prejuízo algum para o desenvolvimento dele. Mas é importante estimular a amamentação já na maternidade e saber que o mais importante não é o tempo que o bebê fica sugando no peito, mas sim a frequência com que ele é levado ao peito para mamar.

Passado 3 a 4 dias após o nascimento do bebê, acontece uma grande alteração fisiológica nas mamas a apojadura conhecida como o sinal da descida do leite em volume maior, as mamas ficam quentes endurecidas e doloridas para auxiliar nesse momento faça bastante massagem com movimento circular por toda a mama e coloque o bebê para mamar com frequência, se a mama estiver muito dolorida a bolsa térmica gelada por 2 min em cada mama pode aliviar o desconforto, o processo da apojadura dura 24hs, depois desse período as mamas ficam mais maleáveis.  

Para algumas mãe os primeiros dias não são nada fáceis, algumas podem apresentar fissura no mamilo causando desconforto, dor que geralmente está associada a pega errada do bebê ou tempo muito prolongado da amamentação. Cuidados como o uso da concha protetora para evitar o contato do tecido com o mamilo é importante para que ocorra o processo de cicatrização, para algumas mães as vezes é necessário suspender a mamada na mama com fissura.

É muito importante o acompanhamento de uma consultora de aleitamento materno para a identificar e orientar a pega, posicionamento e cuidados corretos com a amamentação. Para as mães que estão amamentando e o bebê não está com ganho de peso adequado, a insegurança e angustia é enorme, é muito comum pensarmos “Meu bebê está passando fome”, para ajudar na estimulação da produção de leite a mãe pode usar o extrator elétrico após amamentar o bebê, vai sair pouco volume, mas o objetivo não é tirar leite para o bebê e sim estimular a liberação dos hormônios para aumentar a produção, use o extrator por 10 min em cada mama, nas mamadas da madrugada não precisa, descanse.

A amamentação requer muito empenho, dedicação, orientação e auxilio do pai e toda a rede a sua volta. O aprendizado é intenso mas logo tudo estará mais tranquilo e você mãe mais segura e feliz.

Deixe um comentário