Anualmente em todo o mundo, cerca de 30 milhões de bebês nascem prematuros ou com baixo peso ou adoecem logo nos primeiros dias de vida.

É o que revela um relatório em 13 de dezembro de 2018 por uma coalizão global, que inclui o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).A EFCNI ( European Foudation for the Care of Newborn Infants), parceria da ONG Prematuridade.com, iniciou a primeira reunião da organização de países da Europa como Roma, na Itália. Durante essa reunião, os representantes decidiram criar o dia de conscientização para bebês prematuros e suas famílias. E o que representa a cor roxa? Representa a Sensibilidade e Individualidade, características desses pequenos heróis.

O nascimento de um bebê prematuro desperta sentimentos muitas vezes pouco vividos, como medo, angustia, insegurança, para alguns casais momentos de pavor. É considerado prematuro os bebês nascidos abaixo de 37 semanas de gestação. inúmeros recursos da medicina, equipe transdisciplinar cada vez mais qualificada para dar toda a assistência necessária para o bebê prematuro e sua família.

No entanto temos pouco conteúdo, livros que conversem com os pais de bebês prematuros, tragam a realidade para perto, oriente como será o dia a dia desses mais novos pais. Como encaixar a sua vida na mais nova rotina. Eis que surge um verdadeiro guerreiro o “pai”, que tinha um filho imaginário e rapidamente precisou viver uma outra realidade, esse pai encontra forças para apoiar a mãe que algumas vezes apresentou alguma complicação na gestação que levou ao parto prematuro, essa mãe precisa ter cuidados médicos e esse pai herói passa a fazer também o papel de mãe, visitar constantemente o bebê, ficar atrás da porta esperando uma oportunidade para entrar e ver o bebê, sai em busca de como conseguir leite para o bebê sendo que a mãe está sob cuidados médicos, aonde buscar orientação? O que fazer?

Uma nova rotina se estabelece como: deslocamento até a maternidade, horários de visita, várias horas na sala de espera para estimular a produção de leite com horário determinado, visitar o bebê, alimentar-se, descanso, fora toda a rotina da casa. Chegar ao hospital, sentar e ver o bebê através de uma caixa de acrílico, cheio de equipamentos, barulhos ao redor, muitas vezes sem poder tocar, pegar, abraçar, sentir ser cheiro.

Com o nascimento de um bebê prematuro os pais passam a viver  uma experiência pós traumática, podendo levar a alterações emocionais importantes. O dia a dia é uma verdadeira montanha Russa, momentos de tranquilidade, outros de medo, insegurança e angustia. Em casa longe do bebê, o alerta durante a noite com medo de que o telefone toque a qualquer hora, leva ao sono superficial, muitas vezes interrompido por esses sentimento que estão presentes constantemente, podendo leva-los a exaustão, a desenvolver distúrbio de ansiedade, depressão entre outros. Um assunto importante  e que gera tantas dúvidas é a manutenção da produção de leite materno. E aqui surge um grande desafio para pai e mãe, com ajudar na produção e manutenção do leite materno.

Em agosto de 2019 a Philips Avent publicou uma importante pesquisa sobre amamentação, alias um assunto que gera muitas dúvidas a todos, pais de bebê de termo e prematuros. Essa pesquisa apontou resultados nunca antes publicado, o quando a mãe precisa da parceria do pai, outro ponto levantado como falta informação para o pai sobre a amamentação, como o pai pode ajudar. Essa pesquisa não só trás resultados importantes mas mostra que a responsabilidade do sucesso na amamentação, não é só da mãe, para ter sucesso é preciso ter apoio do pai e de toda a rede.

Os pais de prematuros veem a amamentação de outra forma, as dificuldades iniciais passam a ser secundária, emerge uma força tão grande e o leite materno tem outo significado, passa a ser medicamento, vacina, o alimento que será responsável pela saúde e desenvolvimento desse pequeno guerreiro.

Como grande parceiro para a manutenção da produção de leite materno até o bebê prematuro conseguir mamar direto no peito da mãe, o extrator elétrico é o principal aliado. É muito importante investir em um bom extrator elétrico que extrai e estimula de forma mais eficiente o leite materno.

É necessário ter alguns cuidados ao adquirir um extrator elétrico: ser de fácil higienização antes de coloca-lo para esterilizar, que o motor seja silencioso para que quando a mãe estiver amamentando o bebê ela possa extrair ao mesmo tempo o leite materno da outra mama, extrator que faz barulho alto interfere na concentração do bebê ao mamar, que o copo de armazenamento do leite adapte direto no extrator prevenindo a manipulação do leite que previne a contaminação.

Pensando  em como acolher com muito carinho nessa mais nova família,  a Philips Avent elaborou algumas dicas para auxiliar esses pais.

Pai e toda a rede de apoio, dê acolhimento, palavras de incentivo para a mãe que não pode segurar, acariciar, ficar com o bebê assim que esse nasceu.A Mãe precisa descansar nas primeiras horas após o parto.

Pai oriente a família sobre o que não deve ser falado como: nossa como o bebê é pequeno, vocês não vão conseguir ter leite para o bebê, coitada da mãe entre outros.

Quando mãe e bebê estiverem estáveis, a mãe deve ser incentivada ver o bebê, mesmo em cadeira de rodas.

O atendimento e acompanhamento por um terapeuta especializado na chegada de um bebê prematuro na vida do casal é fundamental. Importante que o atendimento seja para os pais não só para a mãe.

Mãe,  procure se alimentar a cada três horas, é muito comum ficar sem apetite.

Pai, procure descansar, comer fazer algo para distrair um pouco, a jornada costuma ser longa.Mãe e pai quando estiverem diante do bebê, converse fale o que você tiver vontade.Assim que possível inicie a estimulação da produção de leite já na maternidade.

Pai adquira um ótimo extrator de leite materno, ele vai acompanhar vocês por muito tempo.

Quando vocês estiverem de alta hospitalar e o bebê ficar no hospital, deixe uma foto do casal, um desenho, uma mensagem junto do ambiente onde o bebê esta.

Não fiquem direto no hospital, nem sempre vocês vão poder estar com o seu bebê e a produção e manutenção do leite materno é muito importante para vocês e seu bebê.

Vocês precisam se alimentar e descansar, caso contrário pode comprometer a produção de leite.Em casa, estimule a produção de leite com um extrator elétrico a cada 3 hs, na madrugada não, você precisa descansar.

Pai fique atento a alimentação da mãe e incentive a descansar para auxiliar na produção de leite.

Procure focar no dia após dia, a cada hora, a cada minuto passada é uma grande vitória para a mais nova família.Cuidar de vocês indiretamente vocês estarão  cuidando do bebê.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.